Starcraft

Numa altura em que se aguarda ansiosamente a chegada de StarCraft II, anunciado o ano passado directamente da Coreia, onde se encontram o maior número de fanáticos de Starcraft por metro quadrado, eu fui jogar o Starcraft original, que nunca tinha jogado (e de facto já me tinham gozado por isso).

Starcraft II

Starcraft é um jogo de estratégia em tempo real (Real Time Strategy – RTS), passado no espaço, em que a espécie humana (Terrans) batalha com outras para além de si própria. Como qualquer jogo deste tipo, temos que reunir recursos, construir edifícios e treinar unidades para proteger a nossa base e atacar bases inimigas. Eu já tinha jogado Warcraft III, dos seus criadores (Blizzard Entertainment), que gostei muito, apesar de não o ter acabado (eu para acabar um jogo é quase preciso ir a Fátima…).

Starcraft

Não sou muito habilidosa neste tipo de jogos, mas costumo safar-me na campanha contra o computador. Os gráficos são velhinhos (o jogo remota a 1998), no entanto a jogabilidade é o que estamos à espera (apesar de se notar algumas dificuldades no pathfinding das unidades, mas hei! o jogo é bastante antigo!). Para quem jogou Warcraft III, os controlos são a mesma coisa, a única diferença é minar cristais em vez de minas de ouro. De resto a interface para construção ou comando é a mesma, muda a cor. O que torna a coisa fácil de começar. Claro que depois, passadas algumas missões fica tudo mais difícil. Todos se recordam das famosas missões “Aguenta lá 30 minutos!”, em que os primeiros 25 são mais ou menos pacíficos e no último a tua base é totalmente abalroada (como é que se traduz overrun?) por inimigos!

Até quando vai durar o meu interessa no jogo, não sei (como eu disse, tenho uma certa dificuldade em acabar jogos, e jogos é o que não me falta para jogar), mas a verdade é que se quero jogar o II, devia acabar este. E o II tem muuuuito bom aspecto (como é geral nos jogos desta geração!).

3 comentários

Filed under jogos

3 responses to “Starcraft

  1. Finalmente !!!! Certifica-te que acabas o jogo e a expansão, nem que uses COUGH*cheats*COUGH, vale bem a pena e a história e porreirinha também !

  2. E pronto, já não te gozamos por teres cometido esse sacrilégio, agora como diz o Ravhin toca a acabar o game!🙂

  3. Pingback: Spellforce: The Order of Dawn « Paper Dragon

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s